Greve na CP: as razões dos trabalhadores

Foi total a adesão dos trabalhadores à greve da CP, no passado dia 1 de Dezembro. A greve às horas extraordinárias prolonga-se até 2 de Janeiro de 2013. Os trabalhadores protestam contra a redução para metade no pagamento de horas de extraordinárias, ou seja, 1,80 euros por hora em média, e contra a gestão danosa da CP. O Sindicato dos Maquinistas veio entretanto prestar esclarecimento à população sobre as verdadeiras causas da supressão de comboios, que atribuem a uma «guerra laboral» por parte da administração da empresa.

06-12-2012

Vigília da restauração contra o IVA a 23%

Conforme tinha sido anunciado pelo Movimento Nacional Empresarial da Restauração (MNER), no dia 27 de Novembro de 2012 trabalhadores e empresários do sector da restauração uniram-se, junto à Assembleia da República, em Lisboa, para protestarem contra o IVA na restauração, que se encontra a 23%. Foi realizada uma vigília, durante toda a noite, que encerrou uma semana de protestos, iniciada no dia 19, com o Dia sem Restauração.

04-12-2012

Nasceu um novo "jornal crítico": o Mapa

Saiu o número zero do «Mapa - Jornal de informação crítica», com uma tiragem de 3000 exemplares e distribuição gratuita, «para ler, partilhar, oferecer ou largar nos transportes públicos, nas escolas, nas feiras, nas manifestações, na cidade ou no campo». Este «projecto de comunicação que nasce em tempos de crise» quer ser uma alternativa à informação de massas, cujo principal objectivo é «a criação de uma cultura de medo e a fabricação de opiniões». Assim, «sob a forma de jornal, publicam-se e difundem-se notícias, reportagens, entrevistas, análises, fotografias e ilustrações que sejam um contributo para ultrapassar o tal sistema económico e social baseado no dinheiro, no poder, na dominação e na exploração». O número zero impresso é datado de Novembro/Dezembro 2012, mas o Mapa pode ser também consultado online em www.jornalcritico.info

02-12-2012

Uma semana de protestos

Manifestações da semana: moradores despejados na Amadora; doentes de esclerose múltipla no Porto; protesto da Polícia Judiciária; estudantes do superior em luta em Lisboa e Coimbra; vigília do Sindicato de Polícia; acções contra a violência contra as mulheres; milhares de manifestantes - em S. Bento e em Belém - contra o orçamento de Estado aprovado. 

28-11-2012

Estivadores europeus juntam-se à manifestação de dia 29 em Lisboa

Amanhã, dia 29/11/2012, o parlamento vota uma proposta governamental de novo regime jurídico do trabalho portuário. Os estivadores respondem com uma manifestação que arranca da Praça do Município, em Lisboa, às 13h, e segue em direcção ao parlamento.
Participam nesta manifestação centenas de estivadores vindos de Espanha, França, Dinamarca, Suécia e Bélgica.
Recordamos neste artigo algumas das razões que opõem os estivadores ao Governo, há mais de ano e meio.

28-11-2012

Bombeiros profissionais protestam em Lisboa e marcam greve para dia 27 de Novembro

Cerca de mil bombeiros profissionais de todo o país manifestaram-se esta terça-feira, dia 20 de Novembro, em Lisboa para exigir ao Governo o reconhecimento da classe e para reivindicar o reforço de efectivos nas corporações profissionais. Com greve marcada para 27 de Novembro, rejeitam os cortes e o cancelamento dos ingressos e progressões na carreira. E alertam que “o socorro é deficiente” nalgumas cidades.

20-11-2012

Demolições violentas a ocorrer na Amadora, Bairro de Santa Filomena

A Câmara Municipal da Amadora enviou hoje um batalhão policial para o Bairro de Santa Filomena e continua a desalojar para a rua sem qualquer alternativa para as famílias que aí vivem. No grupo hoje desalojado há pessoas idosas, há pessoas com problemas graves de saúde, há crianças. A Comissão de Moradores do Bairro e o Colectivo Habita condenam as demolições sem alternativas e vão denunciar e lutar contra o que consideram um atentado contra a vida humana. "A Câmara da Amadora mente quando diz que analisou e ofereceu alternativas às famílias. A única alternativa que ofereceu foi a rua, a bem ou a mal."

19-11-2012

Movimento Empresarial anuncia «Dia sem Restauração»

O Movimento Nacional Empresarial da Restauração (MNER) vai avançar com uma Semana de Protesto de 19 a 27 Novembro 2012. A semana de protesto arranca com no dia 19 com o «Dia sem Restauração», na véspera do debate decisivo sobre o IVA na Restauração. Ao longo dessa semana o MNER e seus membros nacionais vão realizar centenas de acções de protesto. Considerando que o Orçamento de Estado (OE) ainda poderá ser alterado na especialidade, esta acção pretende alertar Governo e Deputados para a importância de se alterar a taxa de IVA na Restauração para o próximo ano. A Semana de Protesto termina dia 27 de Novembro, dia da votação final do OE.

17-11-2012

Amnistia Internacional condena uso excessivo e desproporcional da força contra manifestantes

A Amnistia Internacional condena o uso excessivo e desproporcional da força por parte da Polícia de Segurança Pública (PSP) contra manifestantes que pacificamente exerciam o seu legítimo direito de protesto, em frente à Assembleia da República, em Lisboa, no decurso da greve geral de ontem, 14 de Novembro 2012. Com base em testemunhos recolhidos pela Amnistia Internacional Portugal e informação obtida junto de meios de comunicação social e através das redes sociais, a Amnistia Internacional pede ao Ministro da Administração Interna que ordene a abertura de um inquérito às circunstâncias em que decorreu a actuação das forças de segurança.

15-11-2012

Protestos em Lisboa contra Merkel

Milhares de pessoas manifestaram-se ontem, 12 de Novembro, em diversos pontos de Lisboa, para protestar contra a visita a Portugal da chanceler alemã, Angela Merkel. Os protestos dispersaram-se por diferentes manifestações, tendo Belém e São Bento como pontos de concentração maior. Toda a zona entre o Palácio de Belém e o Centro Cultural de Belém, onde decorria um encontro entre empresários portugueses e alemães, esteve vedada ao trânsito e à passagem de peões. Em Belém, ao fim da tarde, as barreiras de protecção acabaram por ser derrubadas, as forças policiais reforçaram posições e os manifestantes queimaram bonecos com a figura da Merkel vista como representante do nazismo alemão. Outras acções de protesto anteciparam a vinda da chanceler alemã, como a colocação de panos negros em várias estátuas de Lisboa e do Porto. 

13-11-2012

Trabalhadores do SEF iniciam greve às horas extraordinárias por tempo indeterminado

Os trabalhadores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) estão em greve às horas extraordinárias a partir desta terça-feira, 13 de Novembro. A greve deverá decorrer entre as 17, 30 horas e as 9 horas nos dias úteis, e entre as 0 horas e as 24 horas aos fins de semana e feriados. As razões para esta greve devem-se ao facto de que todos os funcionários de investigação e fiscalização do SEF prestam serviço, com elevada frequência, fora do horário de trabalho e, no entanto, não recebem qualquer remuneração  por esse trabalho extraordinário realizado para além do horário normal de trabalho - exigindo pois a sua regulamentação. 

13-11-2012

Manifestação de militares contra a austeridade apela à participação de civis

Decorre hoje, sábado dia 10 de Novembro, uma manifestação de militares convocada por 3 associações profissionais: a Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA), a Associação Nacional de Sargentos (ANS) e a Associação de Praças (AP). O desfile tem início pelas 15 horas, na Praça do Município em Lisboa, passando depois pela Rua do Ouro e pelo Rossio, até aos Restauradores, onde haverá intervenções junto ao Monumento que simboliza a Restauração da Independência Nacional em 1640. O protesto apela também à participação de toda a população. “Seria uma honra para nós percebermos que os portugueses estão ao lado das suas Forças Armadas!", disse o Coronel Cracel, presidente da AOFA. "No essencial, a austeridade aplicada da forma injusta que todos conhecemos e sentimos, constitui o denominador comum causador do sentimento de revolta que se vai apoderando de todos, militares ou não militares!"

10-11-2012

Vigília em defesa da Unidade de Oncologia no Hospital do Barreiro

Hoje, dia 9 de Novembro, a partir das 19h30, realiza-se uma vigília junto ao Hospital Nossa Senhora do Rosário do Barreiro, promovida por um Movimento de Cidadania que recusa a destruição da Unidade Oncológica, exigindo a reposição imediata dos oncologistas que foram dispensados há meses e o financiamento adequado ao funcionamento do Hospital. No início do ano, eram cinco os oncologistas que trabalhavam neste serviço do Hospital do Barreiro; em Agosto passado eram apenas três. A situação mantém-se e o serviço de oncologia do Hospital do Barreiro encontra-se em risco de continuidade.

09-11-2012

Greve na Caixa Geral de Depósitos contra privatização e OE 2013

Os funcionários da Caixa Geral de Depósitos (CGD) estiveram em greve esta sexta-feira, 2 de Novembro 2012. A paralisação foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores Grupo Caixa (STEC), como forma de protesto contra a privatização da instituição e a redução dos salários produzida pelo Orçamento de Estado 2013. A greve registou uma adesão massiva, com particular incidência na Empresa leader do Grupo, a CGD, segundo o sindicato. Cerca de 500 trabalhadores estiveram concentrados junto ao edifício-sede da empresa para protestar contra a perda de salários, o OE 2013 e a privatização e desmantelamento do banco público. O STEC vai promover no próximo dia 8 uma Conferência-Debate, cujo tema é «Vender a Caixa é vender Portugal», com a qual pretendem começar a sensibilizar a opinião pública para a importância crucial desta questão.

03-11-2012

Polícias marcam manifestação no dia 6 e vigília entre 3 e 7 de Novembro

A Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP) vai protestar contra a falta de resolução de problemas que se arrastam desde 2010 e pelo fim das medidas de austeridade, na próxima terça-feira, dia 6 de Novembro, pelas 17h30 no Largo de Camões, em Lisboa. Na origem dos protestos estão os congelamentos das promoções, de suplementos e do subsídio de fardamento. O Sindicato Nacional da Polícia (SINAPOL) agendou também uma vigília permanente entre os dias 3 e 7 de Novembro, frente à Assembleia da República, caso não obtenha resposta do Primeiro-Ministro às questões colocadas acerca do Orçamento do Estado 2013. 

01-11-2012

Pages

Editoriais

Mais desempregados, mais desobedientes

Neste artigo o MSE (Movimento Sem Emprego) procura mostrar a relação directa entre a crescente pobreza ou a falta de acesso a bens essenciais e a necessidade de avançar com formas de desobediência civil.

03-10-2012
 

Como funciona este jornal?

Este jornal não é neutro!
O que é para nós uma notícia?
Onde vamos buscar os conteúdos informativos?
Como chegam as notícias ao nosso jornal?
Como chegam as notícias aos nossos leitores?
Porque não fazemos nós mesmos uma edição impressa?
Donde vem o financiamento d'A folha?

Ver resposta a todas estas perguntas em Como Funciona Este Jornal?

Ver também a definição do jornal em Editorial Fundador, em Quem somos, e em Junta-te a nós!

19-09-2012
 

Editorial fundador

Decidimos avançar com um projecto experimental de comunicação – um jornal polimórfico (digital e em papel) que conta com a participação dos movimentos sociais para a produção e divulgação dos conteúdos informativos.

Objectivo inicial: tornar os movimentos e as lutas sociais mutuamente visíveis de norte a sul do país, quebrar a sensação de isolamento de muitos desses movimentos.

Ver o conjunto de princípios fundadores que orientam o nosso trabalho.

19-09-2012
 

Pages

Internacional

595 empregadas de limpeza gregas: 11 meses de luta cerrada contra o governo e a Troika

Dispensadas em Setembro de 2013 e colocadas sob estatuto de «disponibilidade», despedidas ao fim de oito meses,  e após 11 meses de um longo e amargo combate, as 595 empregadas de limpeza da função pública tornaram-se a encarnação, o símbolo, a alma e a vida da resistência contra a política de austeridade na Grécia! Estas mulheres tornaram aos poucos «sujeito político» e líderes de toda a actual resistência contra a política da Troïka, ousando afrontar um inimigo tão poderoso como o governo grego, o Banco Central Europeu, a Comissão Europeia e o FMI...

20-09-2014

Gezi Park is now a utopic «Freetown»

Istanbul’s city center is now a timeless place after the police withdrawal. Closed by barricades, Gezi Park and Taksim now belong solely to people and ideologies previously deemed closed to the mainstream.

08-06-2013

Parque Gezi: a utopia da «Cidade Livre»

O centro da cidade de Istambul é agora um lugar intemporal, após a retirada da polícia. Cercados por barricadas, o Parque Gezi e a Praça Taksim pertencem agora unicamente ao povo e a ideias antes vetadas pelo mainstream.

08-06-2013

Declaração do grupo Taksim Solidariedade

O grupo Taksim Solidariedade reuniu-se esta manhã com o vice primeiro-ministro turco para apresentar os protestos e exigências da população, tornadas públicas neste comunicado. Por todas as cidades da Turquia a contestação à governação vai subindo de tom.

05-06-2013

O mundo contra a Monsanto

O dia 25 de Maio de 2013 viu o mundo dar um cartão vermelho à gigante multinacional Monsanto. O protesto, espalhado por dezenas de países e centenas de cidades à volta do globo, foi um marco na luta internacional contra a privatização da Natureza e a favor da preservação da biodiversidade. Marchando, em rota de colisão com o poder das multinacionais, os cidadãos mostraram a sua indignação perante a monopolização do mercado das sementes e o perigo dos alimentos geneticamente modificados. O movimento March Against Monsanto visou consciencializar as populações para o perigo global de entregar a soberania alimentar às mãos de empresas que apenas perseguem o lucro.

04-06-2013

TMEX: a resposta ao jornalismo sequestrado

Em Espanha, a austeridade vai cortando postos de trabalho e aniquilando grande parte da imprensa livre e do seu dever de informar com isenção. A Telemadrid é um dos casos mais flagrantes de manipulação editorial, agravado com quase 900 despedimentos em Janeiro, cerca de 80% da força laboral da estação. Um despedimento massivo que foi considerado ilegal em Abril. Apesar dos despedimentos, em Fevereiro nasceu uma nova TV digital online, feita pelos trabalhadores despejados.

16-05-2013

Grécia: contra a privação da liberdade de expressão

O governo grego encerrou, em 11 de Abril, a página Indymedia Atenas do movimento internacional antiglobalização, ao mesmo tempo que os nazis se passeiam pelas televisões.

16-04-2013

1200 catalães praticam a autogestão com moeda, educação e saúde próprias

Têm uma moeda própria, um sistema de saúde autogerido, uma rede educativa e um gabinete de habitação. São cooperativas de autogestão e auto-organização, grupos de pessoas que vivem à margem do sistema, tomam decisões em assembleia e baseiam a sua organização na confiança. Na Catalunha, já há 1200 cidadãos que optaram por esta maneira de viver e a implantação destas comunidades está a espalhar-se. 

04-04-2013

Ocupação da DG dos Assuntos Financeiros e Económicos da UE - 30 presos

A coligação Por Uma Primavera Europeia promoveu uma jornada de protesto contra as medidas de austeridade na Europa, seguida de ocupação da sede do edifício onde se produzem os relatórios económicos que sustentam as tomadas de decisões austeritárias da Troika. A polícia deteve 30 ocupantes.

14-03-2013

Manifesto Antifascista Europeu reúne apoios contra racismo e violência neo-nazis na Grécia

Na Grécia, está a tornar-se deveras preocupantes a onda de discriminação e violência incentivada pelo partido neo-nazi, que conseguiu ter representação parlamentar nas eleições de Junho 2012. Desde então, o Aurora Dourada tem aumentado as suas agressões xenófobas contra imigrantes, mas não só: também militantes de esquerda, anarquistas, homossexuais e agora judeus, têm sido alvo de insultos, ameaças e perseguição.

25-02-2013