Error message

  • Notice: Undefined index: zen in drupal_theme_initialize() (line 100 of /home/s000264/public_html/includes/theme.inc).
  • Notice: Trying to get property of non-object in _drupal_theme_initialize() (line 145 of /home/s000264/public_html/includes/theme.inc).
  • Notice: Trying to get property of non-object in _theme_load_registry() (line 334 of /home/s000264/public_html/includes/theme.inc).
  • Notice: Undefined index: zen in theme_get_setting() (line 1414 of /home/s000264/public_html/includes/theme.inc).

jornalismo

Jornalismo europeu resiste a atentados à liberdade

31-12-2012

foto: http://www.jornalcritico.info/?p=568Multiplicam-se os projectos de informação alternativos, sobretudo nos países do sul da Europa. Os despedimentos em massa de jornalistas e a carência de informação independente motivam os profissionais da comunicação a aventurarem-se por trilhos ainda pouco experimentados. Os resultados positivos começam a saltar à vista e a revelar possíveis soluções.

Nasceu um novo "jornal crítico": o Mapa

02-12-2012

Saiu o número zero do «Mapa - Jornal de informação crítica», com uma tiragem de 3000 exemplares e distribuição gratuita, «para ler, partilhar, oferecer ou largar nos transportes públicos, nas escolas, nas feiras, nas manifestações, na cidade ou no campo». Este «projecto de comunicação que nasce em tempos de crise» quer ser uma alternativa à informação de massas, cujo principal objectivo é «a criação de uma cultura de medo e a fabricação de opiniões». Assim, «sob a forma de jornal, publicam-se e difundem-se notícias, reportagens, entrevistas, análises, fotografias e ilustrações que sejam um contributo para ultrapassar o tal sistema económico e social baseado no dinheiro, no poder, na dominação e na exploração». O número zero impresso é datado de Novembro/Dezembro 2012, mas o Mapa pode ser também consultado online em www.jornalcritico.info

Informação ou contra-informação?

21-10-2012

Os jornalistas da Lusa e do Público fizeram greve reclamando que está em causa o direito dos cidadãos à informação. Na verdade o que eles exigem é o seu direito ao trabalho, como tantos outros trabalhadores. Mas estranhamente os jornais não dão conta da greve dos estivadores e da greve das refinarias da Petrogal. Parece que a informação dos grandes jornais só ouve a voz dos patrões. Afinal, que poder têm os jornalistas para garantir uma informação de qualidade?

Trabalhadores do jornal Público anunciam greve contra despedimento colectivo

11-10-2012

Os jornalistas do jornal "Público" reunidos ontem em plenário repudiaram o processo de despedimento colectivo anunciado pela empresa e mandataram os sindicatos para a convocação de uma greve. Durante o plenário de 10 de Outubro, alguns jornalistas pediram a demissão da direcção que assumiu ter começado a trabalhar neste despedimento em Março. Segundo os trabalhadores este despedimento viola o espírito do acordo celebrado com os trabalhadores a 29 de Dezembro de 2011. Os jornalistas classificam o processo de pouco transparente e suspeitam também de represálias relativas a posições tomadas no Conselho de Redacção aquando do caso das "alegadas" pressões do ministro Miguel Relvas a uma jornalista do diário.

Comissão de Trabalhadores da agência Lusa marca vigília no dia 8

05-10-2012

Os trabalhadores da Agência Lusa decidiram na quarta-feira, 3 de Outubro 2012, solicitar aos sindicatos «a emissão imediata de um pré-aviso de greve por tempo indeterminado», numa reacção ao corte de 30% no financiamento da empresa assumido pelo ministro Miguel Relvas. Ficou marcado para segunda-feira, 8 de Outubro, «uma vigília à porta da sede da agência, convidando a comunicação social, nacional e estrangeira a estar presente» e um novo plenário de trabalhadores no próximo dia 9.

Subscribe to RSS - jornalismo